NOTICIAS
 
 
<< -- Voltar
 

 Teste de PSA para Cancer de Prstata deve ser utilizado de forma racional o nunca abandonado
 

Este artigo foi obtido através de tradu��o livre por ferramentas da Internet.
Artigo original em: http://www.bloomberg.com/news/2013-08-07/prostate-test-warrants-rational-use-doctors-say.html

 

Um teste de cncer de prstata ligada a um excesso de diagnstico da doena precisa ser utilizada de forma racional, e no abandonado, cirurgies, disse em uma reunio mdica na Austrlia.

Conseguir um chamado teste de PSA na faixa dos 40 pode ajudar os homens e os seus mdicos risco de cncer de bitola, de acordo com uma declarao assinada por 11 urologistas de 10 universidades em cinco naes. Idosos saudveis, com pelo menos uma dcada de expectativa de vida no deve ser negado o exame, o cirurgio disse ao Cncer de Prstata World Congress, em Melbourne hoje.

O consenso de seis pontos uma resposta recomendao de um painel EUA contra o uso do teste de PSA para o rastreio do cancro da prstata. O teste mede uma protena produzida pelas clulas da prstata conhecido como antignio especfico da prstata e no pode detectar o cancro ou distinguir entre tumores benignos e malignos. Descoberto em 1970, levou a diagnsticos anteriores, mas tambm a impotncia e incontinncia urinria em homens tratados para tumores no-letais.

"O abandono dos testes de PSA poderia levar a um grande aumento em homens que apresentam cncer de prstata avanado e uma reverso dos ganhos obtidos na mortalidade por cncer de prstata ao longo das ltimas trs dcadas", disseram os mdicos em comunicado. Mortes pela doena caram mais de 30 por cento desde que o teste comeou, disseram.

Em todo o mundo, cerca de 900 mil homens foram diagnosticados com cncer de prstata em 2008, tornando-se a segunda neoplasia maligna mais comum no sexo masculino, e cerca de 258.000 homens morreram da doena, de acordo com a Agncia Internacional de Pesquisa sobre o Cncer, em Lyon. Os EUA Preventive Services Task Force, disse no ano passado que o teste de PSA no vale a pena o risco.

A declarao tambm chamado para o diagnstico de cncer de prstata para ser desacoplado da interveno de cncer de prstata.

"Muitos homens com cncer de prstata de baixo risco no necessitam de tratamento agressivo", segundo o comunicado, que apoia a chamada vigilncia ativa ou espera vigilante como uma estratgia para evitar o tratamento de homens com tumores indolentes.

 
 
 
 
 
<< -- Voltar
 
 
 

Rio Grande do Sul É o Estado com maior incidÊncia de cÂncer de prÓstata no Brasil

Conforme dados do Instituto Nacional do Câncer do Ministério da Saúde - INCA, o Rio Grande do Sul é o estado com maior incidência da doença. E Porto Alegre, a capital brasileira mais afetada.

 
[+] Saiba Mais
 
[+] Ver todas certificações