NOTICIAS
 
 
<< -- Voltar
 

 Caf parece ser benfico na preveno de diversas patologias
 

Este artigo foi obtido através de tradu��o livre por ferramentas da Internet.
Artigo original em: http://oglobo.globo.com/saude/cafe-uma-nova-arma-contra-cancer-o-diabetes-4172609

 

Diz-se que o caf, popular no imprio otomano, s se difundiu no mundo ocidental depois de absolvido da acusao de ser coisa do diabo pelo Papa Clemente VIII, no incio do sculo XVII. Ao prov-lo, o Sumo Pontfice tratou de dirimir dvidas: achou que um produto to saboroso, de aroma to marcante, s poderia ser, isso sim, coisa de Deus. s muitas lendas em circulao sobre a bebida, soma-se, quatro sculos depois, uma lista de pesquisas atestando seus efeitos medicinais e, em alguns casos, sua inocncia diante de alegaes como as de que poderia fazer mal ao corao, aumentar o risco de AVC e prejudicar a absoro de alguns medicamentos.

Segundo a maioria dos estudos mais recentes, alm de conferir disposio efeito conhecido desde o incio de seu consumo, mil anos atrs , o caf protege contra o diabetes e alguns tipos de cncer. H indcios de que tambm ajude a prevenir doenas neurolgicas, como os males de Alzheimer e Parkinson, e de que proteja, principalmente as mulheres, contra AVC, doenas cardacas e depresso. O mais recente trabalho, publicado na ltima quarta-feira, na “American Journal of Clinical Nutrition”, acompanhou 42 mil pessoas ao longo de nove anos e revelou que, entre os bebedores de caf, as chances de desenvolver diabetes so 23% menores.

Estas informaes interessam a todos os brasileiros que tomam caf ou, seja, 95% da populao com mais de 15 anos, que consomem, per capita, 82 litros da bebida por ano, de acordo com a Associao Brasileira da Indstria de Caf (Abic).

Beber caf melhor do que no beber sentencia o cardiologista Luiz Antonio Machado Cesar, diretor da Unidade Clnica de Coronariopatia Crnica do Instituto do Corao, de So Paulo, ligado USP. Ele no faz mal e, a partir de duas xcaras por dia, j protege contra o diabetes.

Alm da cafena, antioxidantes e vitaminas

Costuma-se pensar nas propriedades do caf com base na cafena. Mas os novos estudos sugerem que seus mritos esto no conjunto da obra: ele tem literalmente milhares de substncias, de antioxidantes a vitaminas, e apenas umas poucas foram estudadas isoladamente. O teor de cafena no cafezinho filtrado de 2% a 2,5%, enquanto no expresso fica entre 2,5% e 3%. Nas outras bebidas que tm cafena (ch, chocolate, guaran em p, coca-cola), a quantidade parecida. Uma pessoa saudvel pode consumir at 300 miligramas de cafena por dia (o equivalente a trs xcaras mdias). Para mulheres grvidas, no deve ultrapassar 200 miligramas.

No Brasil, desde 2008 est em curso o projeto “Caf e Sade”, no Incor de So Paulo, sob a coordenao de Machado Csar. Foi um pedido da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuria (Embrapa), preocupada com o fato de haver pouca ou nenhuma pesquisa clnica a respeito dos efeitos do caf no pas que maior produtor do gro (abastece 30% do mercado internacional) e o segundo em consumo (atrs dos Estados Unidos).

At agora, 106 pacientes, entre pessoas saudveis, portadores de doenas coronarianas e diabticos participaram das pesquisas, que no tm data para terminar. J foram avaliados o caf descafeinado (que tem um teor nfimo de cafena), o rabica-pura, o blend (arbica 80%) e o robusta. O prximo passo avaliar o expresso. Quando houver recursos, ter incio um amplo estudo epidemiolgico: quatro mil indivduos da regio Sudeste do pas sero acompanhados por dez anos. Os testes tm levado os especialistas envolvidos a concluses animadoras.

Constatamos que o caf de torra escura (o mais consumido no Brasil) no aumenta a presso arterial, e que a torra clara aumenta-a muito pouco, mas so necessrios mais alguns testes para confirmar. Isto pode explicar por que algumas pesquisas dos Estados Unidos, onde a torra clara mais consumida, apontam que ele aumenta a presso, enquanto as da Europa, onde mais comum a torra escura, indicam que no diz o cardiologista. Tambm vimos que caf no d arritmia e aumenta muito pouco o colesterol, que, mesmo assim, se mantm no nvel normal. Se ele no for filtrado, a elevao maior. E um teste com esteira mostrou que a bebida melhora a performance no exerccio, como j apontavam vrios estudos.

As pesquisas agora se voltam para a tentativa de provar seu efeito protetor contra doenas neurolgicas. Ele ajudaria a evitar o acmulo da protena beta-amiloide entre os neurnios, uma das causas do Alzheimer, e reduziria o dficit de dopamina presente no Parkinson. Para quem gosta, mais um bom motivo para beber.

 
 
 
 
 
<< -- Voltar
 
 
 

Rio Grande do Sul É o Estado com maior incidÊncia de cÂncer de prÓstata no Brasil

Conforme dados do Instituto Nacional do Câncer do Ministério da Saúde - INCA, o Rio Grande do Sul é o estado com maior incidência da doença. E Porto Alegre, a capital brasileira mais afetada.

 
[+] Saiba Mais
 
[+] Ver todas certificações